Entre em Contacto
mail: geral@arquid.pt
tel: 932 797 148
A nossa outra casa
Diogomarques.pt é uma página onde realizamos outros tipos
de serviços de fotografia, como retrato, eventos, música.

Quantas imagens devem ser usadas em anúncios de imóveis?

Neste artigo direccionado a consultores e agências imobiliárias, iremos abordar algumas das melhores práticas para promoção da venda de imóveis através de anúncios em plataformas como Facebook, OLX e similares. Tendo como tema principal a quantidade de fotografias a usar em anúncios, venha descobrir como tirar o melhor proveito dos seus anúncios para que tenha o melhor retorno no seu trabalho!

É uma pergunta à qual não existe uma resposta definitiva. Fotógrafos & agências imobiliárias dependem das expectativas dos seus clientes e da “norma” que é praticada no mercado da área.

Qual o mínimo de fotografias possível?

Bem, esta é fácil. Honestamente, para promoção da venda de um imóvel, um anúncio apenas necessita de uma fotografia para ser publicado. No entanto, sabemos que publicar um anúncio não é tudo. Para ter o melhor desempenho possível tem que ser cativante e convidativo.

O principal a ter em mente é o número mínimo de imagens para comunicar as principais características da casa ou de um determinado espaço. Dito isto, regra geral: uma foto por cada espaço pequeno, duas fotos se for um espaço grande e, por fim, três a cinco fotos do exterior.

Na Arquid, nós fazemos um registro fotográfico de todos os espaços de um imóvel. Muitas das vezes, pequenos espaços como arrecadações não são particularmente interessantes de colocar em anúncios, no entanto é importante que os nossos clientes fiquem com um tipo de arquivo fotográfico do imóvel.

Fotografia de detalhe de um pequeno imóvel realçando a secretária e mesa de estudo.

Outro fator importante a considerar: potenciais clientes

Tenha sempre em mente que o objetivo das fotografias de imóveis é fornecer a potenciais compradores todas as informações que vão fazer com que fiquem interessados e que desperte curiosidade para agendar uma visita presencial. Cada imóvel é único, por isso dependerá sempre da visão do fotógrafo e da opinião do seu cliente. Com isto em mente, você apresentar fotos de detalhes e características únicas do imóvel, como bancadas, equipamentos especiais, cozinha ao ar livre, torneiras de pia, etc. Esses tipos de fotos adicionarão mais apelo de marketing a um anúncio e o ajudarão a se destacar da concorrência .

E se tiver demasiadas fotografias?

Este é um erro de novato, que surpreendentemente acontece com bastante frequência. Muitos podem pensar que é sempre bom apresentar o maior número de fotos possível. No entanto, uma quantidade exagerada de fotografias de um imóvel pode acabar por ter um efeito negativo. Como é de conhecimento geral, em plataformas de anúncios como Facebook e OLX, as imagens são exibidas numa apresentação de slides, ou em “carrossel” (termo de webdesign), sendo apresentados numa sequência. Com uma grande quantidade de imagens, pode levar demasiado tempo para que um possível comprador navegue todas as imagens da galeria.

Sala de estar ampla, com cores vibrantes e radiante de luz planeada por uma designer de interiores

Então, quantas fotos devem ser utilizadas em anúncios?

Como referimos, não existe um número exato. Por exemplo, para um imóvel básico com 2 quartos e duas casas de banho, sala de estar e cozinha, normalmente irá necessitar de de 20 a 30 fotografias do espaço. Isto proporciona um bom equilíbrio entre qualidade e quantidade. Claro que, em imóveis maiores e com mais espaço a selecção das imagens terá que ser um pouco mais rigorosa.

Cada propriedade é única e espectativas fazem parte do negócio. A Arquid trabalha de acordo com as necessidades dos seus clientes, sendo que antes de cada sessão fotográfica é feito um pequeno “briefing” para que possamos apresentar o melhor trabalho possível.

Diogo Marques
Diogo Marques
https://arquid.pt
Diogo Marques é um fotografo de arquitetura. Lidera a equipa Arquid onde realiza trabalhos de fotografia, vídeo e edição focados no mercado de imóveis.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.

Usamos cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Política de Cookies